Artigo
Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação - v.12 - n.2 - p.75
Serviço de referência em Bibliotecas Universitárias: em busca da eficiência pela gestão da informação e do conhecimento. (2016)

Autores: Pinheiro, Williams Jorge (Universidade Federal do Pará (UFPA)); Santos, Caio T. C. dos; Santos, Carla M. dos; Lima, Claudia C. C.; Sampaio, Cristiane A.; Santos, Daniela A.; Pantoja, Derivan A.; Direito, Eduardo R.; Sousa, Eliane C. de; Maia, Elida L.; Nascimento, Maria de N. S. do; Costa, Núbia N. da; Santos, Paula S. S. do; Silva, Samantha L. B. da; Assunção, Suelene S.; Silva, Vanessa L. da; Oliveira, Waldinea C. de

Assuntos: Serviço de Referência; Biblioteca Universitária; Gestão da Informação; Gestão do Conhecimento;

Resumo: Apresentam-se os primeiros resultados de em estudo feito no decorrer da realização da disciplina Prática de Gestão de Unidades de Informação, da Faculdade de Bibliotecono-mia/ICSA-UFPA, sob a coordenação do professor Williams Jorge C. Pinheiro. Nessa primeira fase, desenvolveu-se estudo sobre a eficiência do atendimento em bibliotecas universitárias do Campus Universitário do Guamá-UFPA, em Belém-Pa. O projeto tem como principal objetivo implantar uma série de ações que busquem contribuir para melhor utilização dos espaços em bibliotecas universitárias, com a prioridade de propor a expansão do número de serviços de informação na área de atendimento ao usuário, tornando seus resultados mais eficazes, do ponto de vista da gestão da informação e do conhecimento. Adotou-se como metodologia desenvolver o projeto por meio de planos anuais, conforme o andamento dos períodos letivos na UFPA. Com base nos planos que serão definidos, será oportuno integrar as ações com as áreas do ensino, da pesquisa e da extensão. Deve-se recorrer à técnica do brainstorming para definir ações a serem implantadas; realizar reuniões com os bibliotecários atuantes em Bibliotecas universitárias; aplicar questionários de pesquisa junto aos usuários; avaliar o nível de satisfação sobre o setor de atendimento ao usuário; conhecer o grau de interesse por novos serviços oferecidos por bibliotecas; realizar pesquisa bibliográfica sobre recursos utilizados para eficiência nos aspectos da Lei da Acessibilidade e, finalmente, submeter resultados parciais, para serem avaliados por bibliotecários. No ano de 2014, foi aplicado um estudo sobre a eficiência do atendimento em bibliotecas universitárias do Campus do Guamá-UFPA. O estudo teve como público alvo estudantes de diversos cursos da UFPA, com amostragem de 400 alunos participantes, o que representa 10% de usuários/dia que frequentam as bibliotecas do Campus do Guamá. Dessa forma atingiu-se 362 alunos (88%) de graduação e 38 alunos (12%) de pós-graduação, investigando-se o nível de satisfação dos usuários, especialmente, sobre o serviço de referência-atendimento que as bibliotecas oferecem. Na mesma pesquisa buscou-se conhecer o grau de interesse por novos serviços-espaços que poderiam ser

Ver registro completo

Artigo
Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação - v.1 - n.2 - p.2
Marketing e comunicação nos serviços de curadoria de informação: eixos teóricos e reflexões desenvolvidas em contexto acadêmico (2014)

Autores: Ernesto, Eliseu (Universidade Nova de Lisboa); Santos, Henriqueta (Universidade Nova de Lisboa); Cavalinhos, Márcia (Universidade Nova de Lisboa); Vitorino, Maria José (Universidade Nova de Lisboa); Geraldes, Ricardo M. (Universidade Nova de Lisboa); Gracel, Paulo (Universidade Nova de Lisboa); Matos, Sílvia Lazary de (Universidade Nova de Lisboa); Laureano, Fernando (Universidade Nova de Lisboa); Patrício, Sonia (Universidade Nova de Lisboa); Estrela, Osvaldo (Universidade Nova de Lisboa)

Assuntos: Curador; Curadoria da Informação; Marketing; Análise SWOT; Portugal; PALOP;

Resumo: Discorre sobre a importância do marketing na curadoria da informação e na afirmação da figura e da identidade do curador em Portugal na atualidade. O curador, por suas competências de gestão, é um agente crucial para as organizações confrontadas com os constantes fluxos de informação. Este profissional deverá efetuar uma análise permanente dos setores que pretende dinamizar, e elaborar estudos do ecossistema da informação, recorrendo a ferramentas de marketing e de gestão organizacional e comportamental. Recorrendo a processos de filtragem, validação, síntese, apresentação e personalização de informação, torna-se um recurso valioso para organizações, integrante de padrões de qualidade empresarial. Este trabalho caracteriza as principais dinâmicas e competências, o marketing nos serviços de curadoria da informação, a análise sistémica do setor cultural, a análise do ambiente externo e interno, pontos fracos e fortes, ameaças e oportunidades, por meio da Análise SWOT (strengths, weaknesses, opportunities and threats), o mapeamento dos stakeholders, a comunicação, participação e audiência, a criação da marca “curadoria de informação”, as estratégias e metodologias utilizadas e, por fim, as recomendações.

Ver registro completo

Artigo
Em Questão - v.16 - n. - p.1075
Mapas imaginários sobre Porto Alegre: a cidade midiática (2010)

Autores: Jacks, Nilda (Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)); Morigi, Valdir Jose (Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)); Rossini, Miriam (Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)); Girardi, Ilza (Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)); Golin, Cida (Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)); Baldissera, Rudimar (Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)); Gonçalves, Sandra (Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)); Liedke, Enoi; Silva, Deisi Conceição da; Borges, Márcia de Castro (Bacharel e Licenciada em História pela UFRGS; Mestre em Multimeios - UNICAMP.); Silva, Eloá Muniz da

Assuntos: Imaginary map; Media city; Porto Alegre (RS);

Resumo: Resumo Entre julho e agosto de 2007, os principais meios de comunicação de Porto Alegre foram observados por uma equipe de professores e alunos da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para identificar que cidade eles ajudam a construir no imaginário do cidadão. Esta pesquisa faz parte de uma mais ampla para conhecer os imaginários urbanos da América Latina, com extensão a algumas urbes européias. Seguindo a metodologia de Silva, a pesquisa foi divida em três eixos que se entrecruzam: dados oficiais e históricos sobre o município, enquete para verificar as percepções dos cidadãos sobre a cidade e análise das representações construídas pelos diferentes meios de comunicação, este último é foco deste texto. 

Ver registro completo

Artigo
Revista ACB - v.12 - n.1 - p.36
Metodologia utilizada pela biblioteca universitária da UNISUL para registro de dados bibliográficos, utilizando o formato MARC 21 Methodology used by the University Libraries of UNISUL for registering bibliographical data with the application of Format MARC 21 p. 143-158 (2007)

Autores: Pizzorno, Ana Cláudia Philippi (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Machado, Cristiane Salvan (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Tomaz, Daiane da Silva Martins (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Martignago, Deisi (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Vavolizza, Juliana (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Silva, Luciana Mara (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Bleyer, Maisa de Amorim (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Souza, Nilda Silveira (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Souza, Salete Cecília de (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Bittencourt, Sibele Meneghel (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Waltrick, Soraya Arruda (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Lorenzon, Susana Luisa (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)); Philippi, Tatyane Barbosa (Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL))

Assuntos: Biblioteca universitária - Tratamento da informação; Catalogação – Processamento de dados; Formato MARC 21; Sistema Pergamum; University library - Treatment of the information; Cataloguing - Data processing; Format MARC 21; Pergamum System

Resumo: Apresenta o instrumento de trabalho adotado pelo Grupo de Bibliotecárias da Biblioteca Universitária da Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL para o registro de dados bibliográficos na utilização do Formato MARC 21. Com a implantação do Sistema Pergamum, sentiu-se a necessidade do uso de ferramenta para agilizar o processo de seleção dos parágrafos essenciais, padronizar dados, evidenciar modelos. Foram criadas planilhas separadas por tipo de material para o tratamento técnico da informação como metodologia unificada para o trabalho descentralizado. Abstract: Presentation of the instrument of work adopted by the Group of Librarians of the Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul for the register of bibliographical data with the application of Format MARC 21. The implantation of the Pergamum System, brought the necessity for utilizing the tools in order to speed the process of selecting the essential paragraphs, standardizing data, and evidencing models. Spreadsheets were created separately by the type of material used for the technicist treatment of the information as methodology unified for the decentralized work.

Ver registro completo

Artigo
Brazilian Journal of Information Science Research Trends
MAPA DO CONHECIMENTO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: IMPLICAÇÕES PARA O FUTURO DA ÁREA (2007)
KNOWLEDGE MAP OF INFORMATION SCIENCE: IMPLICATIONS FOR THE FUTURE OF THE FIELD

Autores: Zins, Chaim; Debons, Anthony; Beghtol, Clare; Buckland, Michael; Davis, Charles H.; Dodig-Crnkovic, Gordana; Dragulanescu, Nicolae; Harmon, Glynn; Kraft, Donald H.; Poli, Roberto; Smiraglia, Richard P.

Resumo: Esse trabalho coletivo incorpora onze posições sobre as implicações do “Mapa do Conhecimento da Ciência da Informação”, um estudo crítico Delphi conduzido de 2003 a 2005 e publicado em uma série de quatro artigos (ZINS, 2007a, b, c, d). O estudo Delphi capturou as deliberações de 57 líderes acadêmicos em Ciência da Informação de 16 países para fornecer: 1) definições de conceitos fundamentais de dados, informação, conhecimento e mensagem; 2) concepções alternativas em relação ao domínio da Ciência da Informação; 3) diferentes mapeamentos classificatórios da área; e 4) mapeamento compreensivo da Ciência da Informação. Em geral, o Mapa do Conhecimento fornece um diagnóstico atual da área, retratando as questões do Século XXI, que pode auxiliar o desenvolvimento de pesquisas futuras, programas educacionais, publicações e outras perspectivas profissionais e acadêmicas. Esse tipo de pesquisa de mapeamento sobre a Ciência da Informação deveria ser feito periodicamente, incluindo estudos Delphi e avaliações do grau de expansão da área e provável divisão em subáreas. Metodologias alternativas para mapear a expansão do universo da Ciência da Informação e suas sinergias com outras áreas do conhecimento, também, deveriam ser exploradas.

DOI: 10.36311/1981-1640.2007.v1n1.02.p3

Ver registro completo

Artigo
Ciência da Informação - v.33 - n.1 - p.83
PAQ – Programa de avaliação da qualidade de produtos e serviços de informação: uma experiência no SIBi/USP (2004)

Autores: Sampaio, Maria Imaculada Cardoso; Fontes, Cybelle de Assumpção; Rebello, Maria Alice de França Rangel; Zani, Rosa Maria Fischi; Barreiros, Adriana de Almeida; Prado, Ana Maria Marques da Cunha; Cordeiro, Eliana de Cássia Aquareli; Villela, Maria Cristina Olaio; Moraes, Marli Inocência de; Lombardi, Valéria Vilhena; Netto, Adherbal Caminada

Assuntos: Qualidade em serviços; Satisfação do usuário; Avaliação; Bibliotecas Universitárias; SERVQUAL

Resumo: Descreve a experiência de implantação do Programa de Avaliação da Qualidade dos Produtos e Serviços (PAQ) do Sistema Integrado de Biblioteca da Universidade de São Paulo (SIBi/USP) e apresenta parte dos resultados obtidos na pesquisa. Baseados no modelo SERVQUAL, foram elaborados cinco diferentes questionários, enfocando as dimensões receptividade, empatia, confiabilidade, garantia e tangibilidade, utilizando-se escalas para a indicação do grau de importância e de satisfação do usuário para os itens apontados. A entrevista foi aplicada a um número acidental de usuários, durante uma semana. A análise dos questionários e das entrevistas apontou doze indicadores comuns nos dois métodos de abordagem. São apresentadas as principais recomendações para o aperfeiçoamento da metodologia empregada no estudo, bem como os indicadores que poderão ser incluídos nas próximas etapas do programa.

Ver registro completo

Artigo
Revista ACB - v.4 - n.4 - p.25
Arquivística: produção bibliográfica catarinense p. 129-143 (1999)

Autores: Ohira, Maria Lourdes Blatt (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Andrade, Adriana Regina Lopes de (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Martin, Adriana Cristiane (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Almeida, Andréia Senna de (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Marco, Célia de (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Vicente, Dayane (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Santos, Geni Rebelato dos (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Zanatta, Ivone (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Gonçalves, Jociane (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Battisti, Luciene Mara (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Moreira, Marcia Aparecida (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Kotzias, Maria Cecília D. (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Sousa, Noemi (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Silva, Patrícia da (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Rosa, Roselaine Silva da (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Silva, Sônia Iraina da (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Nunes, Tânia Idalmira (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Ferreira, Thereza Christina C. (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Maestri, Zenilda E. (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Barzan, Gilberto Inácio (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Silva, Juventina Teixeira M. da (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Alves, Janete (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Martins, Maria das Graças (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC))

Assuntos: Arquivística; Produção bibliográfica; Base de dados BIDAC; Profissional da informação - Arquivista

Resumo: Levantamento da produção bibliográfica em Arquivística, produzida por profissionais da informação que atuam e/ ou atuaram no Estado de Santa Catarina, a partir da base de dados BIDAC, para identificação dos suportes bibliográficos utilizados para divulgação dos trabalhos, o ano com maior número de trabalhos publicados, os autores com maior número de trabalhos publicados na área e quais as áreas temáticas de interesse dos arquivístas catarinenses.

Ver registro completo

Artigo
Ciência da Informação - v.27 - n.3 - p.63
Mudanças e inovações: novo modelo de organização e gestão de biblioteca acadêmica (1998)

Autores: Andrade, Maria Terezinha Dias de (Centro de Informação e Referência em Saúde Pública.); Cuenca, Angela Maria Belloni (Centro de Informação e Referência em Saúde Pública.); Sadi, Benedita Silveira Campos (Universidade de São Paulo (USP)); Camargo, Cibele Araújo (Universidade de São Paulo (USP)); Abdalla, Eidi Raquel Franco (Universidade de São Paulo (USP)); hussein, Francis Sierra (Universidade de São Paulo (USP)); Damico, José Sergio; Crestana, Maria Fazzaneli (Universidade de São Paulo (USP)); Santos, Mirian; Eleutério, Sônia Garcia Gomes; Barone, Sônia Regina de Mesquita; Alvarez, Maria do Carmo Avamilano (Universidade de São Paulo (USP))

Assuntos: Inovação organizacional; Biblioteca Universitária; Administração de biblioteca

Resumo: Descreve-se a reorganização e restruturação da Biblioteca da Faculdade de Saúde Pública da USP, cujo objetivo era alcançar prestação de serviços de qualidade ao usuário do meio acadêmico e profissional em face das novas tecnologias de informática e comunicação e dos novos métodos e processos de trabalho. A implantação do novo modelo iniciou-se em fevereiro de 1997 e se encontra em fase de desenvolvimento, tendo já sido feita a primeira avaliação. Os resultados mostraram que o processo de mudanças é lento, pois as barreiras a serem vencidas não são poucas. Mas a direção que tais mudanças vêm tomando mostram que o modelo de gestão escolhido foi acertado. Resta continuar a desenvolver o modelo, fazendo as correções e melhorando a qualidade dos serviços prestados, que é o objetivo pretendido.

Ver registro completo

Refinar busca