Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.3 - p.1722
PROCESSO ADMINISTRATIVO ELETRÔNICO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL: uma análise frente a gestão arquivística de documentos públicos (2018)

Autores: Schäfer, Murilo Billig; Lima, Eliseu dos Santos; Seiffert, Claudineli Carin; Flores, Daniel (Universidade Federal Fluminense (UFF))

Assuntos: Arquivologia; Documentos arquivísticos digitais; Administração Pública Federal; Processo Administrativo Eletrônico;

Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar o Decreto n° 8.539, de 8 de outubro de 2015, que trata da adoção do processo administrativo eletrônico na administração pública federal brasileira, frente à gestão arquivística de documentos públicos. Para atender este objetivo, os principais dispositivos do decreto são analisados considerando referenciais teóricos que tratam da integridade, acesso e preservação de longo prazo dos documentos arquivísticos digitais. Foram analisados os objetivos do Decreto n° 8.539, as plataformas tecnológicas necessárias à criação, tramitação, armazenamento e acesso aos documentos arquivísticos digitais, a cadeia de custódia ininterrupta digital, além da presunção de autenticidade dos documentos. Baseado nos conceitos do referencial teórico, o artigo conclui que embora exista um contexto de estímulo ao uso de documentos nato digitais, diversos elementos indispensáveis a gestão arquivística de documentos são desconsiderados pelas instituições públicas, colocando em risco grande parte do patrimônio documental que passa a ser produzido em meio nato digital.

DOI: 10.9771/rpa.v12i3.17577

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
88 0 146 234

Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.2 - p.1696
OS CIBORGUES INTERPRETATIVOS E SUA RELAÇÃO COM A INCLUSÃO SOCIODIGITAL EM UMA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA (2018)

Autores: Neves, Barbara Coelho (Docente da Universidade Federal de Sergipe); Reis, Makson (Universidade Federal de Sergipe (UFS))

Assuntos: Ciborgues interpretativos; Biblioteca universitária; Cibercultura; Inclusão Sociodigital;

Resumo: A pesquisa para este artigo foi realizada no contexto de uma Biblioteca Universitária. O objetivo principal visou perceber se o profissional responsável, das bibliotecas universitárias contemporâneas, está preparado para agir como ciborgue interpretativo, em prol da promoção da inclusão sociodigital dos usuários. A metodologia adotada foi a pesquisa qualitativa e quantitativa, combinando abordagens sociométricas. O universo pesquisado foram os funcionários de uma biblioteca universitária, sendo a amostra composta por sete bibliotecários. Utilizou-se o teste sociométrico. O instrumento de coleta de dados foi um questionário, com questões objetivas, aplicado in loco. Os dados foram organizados, embasados e apresentados segundo os critérios da sociometria. Os resultados apontam que a relação da tecnologia com o bibliotecário apresenta aspectos inerentes a sociedade atual, identificando-os como ciborgues interpretativos. Conclui-se, portanto, que os objetivos da pesquisa foram atingidos e a existência de potencial para atuação de um bibliotecário imerso que compreende a importância da tecnologia e da inclusão sociodigital.

DOI: 10.9771/rpa.v12i2.22560

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
52 4 4 60

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.1 - p.1886
CICLO DE VIDA DE RECURSOS ELETRÔNICOS: Enfoque na gestão de coleções em bibliotecas universitárias (2019)

Autores: Rietjens, Manoela Hermes (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Kroeff, Márcia Silveira (Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)); Pinheiro, Liliane Vieira (Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC))

Assuntos: Recursos eletrônicos; Ciclo de Vida; Bibliotecas Universitárias

Resumo: Revisão que discorre sobre a formação e a gestão das coleções eletrônicas em bibliotecas universitárias, com base na apresentação de um modelo conceitual do ciclo de vida dos recursos eletrônicos de informação. A pesquisa bibliográfica abrangeu livros, artigos de revistas científicas, trabalhos apresentados em eventos, normas e documentos de organismos internacionais. Aborda a evolução histórica das coleções nas bibliotecas, sobretudo as universitárias, até a era das tecnologias, em que a insurgência do meio eletrônico culminou em transformações para a gestão dos acervos. Com base no ciclo de vida proposto, versa sobre aspectos da seleção, aquisição, acesso, gerenciamento, preservação e avaliação dos recursos eletrônicos. Aponta que os autores utilizados para a construção do modelo conceitual são unanimes em afirmar que o ciclo de vida dos recursos eletrônicos vem alterando o fluxo de trabalho nas bibliotecas, apesar de delinearem diferentes etapas para o ciclo e portanto entender o fluxo de trabalho sob outro prisma. E ainda ressalta-se que compreender o ciclo de vida dos recursos eletrônicos de informação é fundamental para que os bibliotecários desempenhem efetivamente o seu papel no desenvolvimento científico universitário.

DOI: 10.9771/rpa.v13i1.28348

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
36 8 3 47

Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.3 - p.1722
A MEDIAÇÃO CULTURAL E A ANÁLISE DE ASSUNTO: MAIS QUE DISCURSOS, UNINDO COMUNIDADES (2018)

Autores: Brentan Junior, Elisio Custodio (Universidade Estadual de Londrina (UEL)); Martins, Bianca Rodrigues (Universidade Estadual de Londrina (UEL)); Santos Neto, João Arlindo dos (Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho")

Assuntos: Mediação Cultural; Análise de Assunto; Artefatos Culturais; Produtos Documentários

Resumo: Manifestações culturais diversas e plurais, estáticas ou imediatas no contexto do século XXI, constituem as temáticas deste artigo. O propósito foi investigar como ocorre a mediação cultural no processo de análise de assunto e explicitar o papel mediador deste processo. A pesquisa é de natureza básica, com abordagem qualitativa, sendo exploratória e descritiva. Como resultados apresenta três categorias: os processos, agentes e produtos. Evidencia que o tratador da informação, carrega consigo preceitos e também considera a unidade ao qual pertence, para o desenvolvimento de seus processos, enquanto o artefato cultural também carrega conhecimentos, preconceitos e a visão de mundo de seu genitor. Soma-se a isto, a intencionalidade do autor, com seu ato de criação, realizando mesmo que indiretamente, o processo de mediação cultural destes artefatos culturais. Considera que o tratador da informação atua como mediador cultural no momento em realiza a análise de assunto visando a aproximação entre os artefatos culturais e os usuários.

DOI: 10.9771/rpa.v12i3.28129

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
35 7 2 44

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.2 - p.1888
FONTES DE INFORMAÇÃO ESPECIALIZADA EM AFRICANIDADES (2019)

Autores: Carvalho, Wellington Marçal de (Universidade Federal de Rondônia (UNIR)); Rezende, Angerlânia (Docente no Departamento de Ciência da Informação / Biblioteconomia da Universidade Federal de Rondônia); Gomes, Gracielle Mendonça Rodrigues (Bibliotecária da Biblioteca Universitária / Sistema de Bibliotecas da UFMG.)

Assuntos: Bases de dados - África; Africanidades; Fontes de Informação Especializada

Resumo: Este trabalho objetiva a identificação de algumas fontes de informação, de diferentes tipologias, que versam sobre africanidades. A metodologia realizada foi: levantamento de fontes de informação relacionadas à África na literatura nacional e internacional da Ciência da Informação sobre a temática; pesquisa em motores de busca para a identificação de sites e/ou instituições produtoras ou responsáveis por fontes relacionadas à África; obtenção de informações sobre fontes relacionadas à África mediante contato com pesquisadores da área de Ciência da Informação e/ou através de contatos de pesquisadores africanos; coleta inicial de dados e verificação de informações referentes a outras fontes ou outras bases de dados sobre africanidades; verificação da disponibilidade de acesso às fontes através da Internet e realização da coleta de informações sobre as fontes mediante o preenchimento dos critérios descritos no tópico ‘Apresentação e descrição das fontes de informação’; e elaboração de guia inicial de fontes. Selecionaram-se 19 fontes. Considera-se esse tema razoável e relevante para os profissionais da informação que atuam, seja no campo da formação e disseminação de acervos, seja os que realizam pesquisa e geração de conhecimento, ou, ainda, os que se atrelam a dimensão mediadora entre consulentes e fontes de informação que tratam sobre a África.

DOI: 10.9771/rpa.v13i2.30464

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
31 2 10 43

Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.1 - p.1659
SERVIÇOS DE DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS: UMA ANÁLISE DO CASO BRASILEIRO (2018)

Autores: Oliveira, Danielle Alves de (Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)); Santos, Thais Helen do Nascimento (Universidade do Porto (U.Porto))

Assuntos: Documentos arquivísticos; Digitalização; Serviços de digitalização de documentos

Resumo: O século XXI destaca-se pelo avanço tecnológico e pela velocidade com que as informações são acessadas. Nesse cenário, os serviços de digitalização eclodem e configuram-se como solução operacional e estratégica por facilitar a transferência, o acesso e o uso da informação. Devido a essa demanda, diversos serviços de digitalização de documentos são oferecidos com rapidez e alto custo, porém, em muitos casos, sem a verificação e obediência às normas arquivísticas para garantir a gestão documental. Desse modo, são objetivos do presente artigo: I) elencar os procedimentos essenciais à digitalização de documentos, segundo as orientações nacionais e; II) analisar a realização destes procedimentos pelas empresas prestadoras de serviços de digitalização de documentos. A metodologia empregada foi a revisão de literatura e o levantamento documental das orientações para a digitalização de documentos, tal como confere a jurisprudência brasileira com a Lei nº 12.682/2012 e as recomendações para a digitalização de documentos arquivísticos permanentes do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ). Os resultados do estudo indicam que os serviços de digitalização, ofertados pelo mercado contemporâneo, devem ser analisados com muita prudência pelos contratantes, uma vez que a reprodução, por si só, não garante a recuperação, o acesso e o uso eficaz dos documentos digitalizados.

DOI: 10.9771/rpa.v12i1.15142

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
31 5 6 42

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.3 - p.1952
TECNOLOGIA ASSISTIVA: produtos e serviços disponíveis na internet (2019)

Autores: Fraz, Joeanne Neves; Hot, Daniela Francescutti Martins; Moreira, Geraldo Eustáquio; Rodrigues, Georgete Medleg

Assuntos: Social inclusion; Assistive and Interactive Technologies; Disabled people

Resumo: A proposta deste estudo é compartilhar produtos e serviços disponíveis na Internet com foco no uso de tecnologia assistiva, buscando a promoção da igualdade e da inclusão social das pessoas com deficiência nas instituições e/ou organizações. Abordando, nesta reflexão, como ocorre, para as pessoas com deficiência, o acesso à Web e seus recursos, tendo em vista as suas dificuldades nesse ambiente, sendo a tecnologia um facilitador. Os objetivos foram: identificar problemas na questão de acesso com acessibilidade à informação em ambientes virtuais e digitais, trazendo à tona as barreiras que dificultam o acesso das pessoas com deficiência visual, auditiva, intelectual, física e/ou mobilidade reduzida; e, apresentar produtos e serviços de tecnologia interativa disponíveis na internet, conhecendo recursos e/ou metodologias de acessibilidades atitudinal e comunicacional. Trata-se de um estudo de abordagem exploratória e descritiva, que parte da vivência das autoras nas disciplinas cursadas e objetivos das pesquisas de doutorado em andamento em seus programas de Pós-Graduação (em Ciência da Informação e em Educação, Universidade de Brasília – UnB). A reflexão mostrou produtos e serviços de tecnologia assistiva que buscam minimizar os problemas de acessibilidade à informação em ambientes virtuais e digitais, e a importante divulgação da Tecnologia Assistiva existente e suas funções.

DOI: 10.9771/rpa.v13i3.35225

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
30 6 2 38

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.1 - p.1886
MERCADO DE TRABALHO DE ARQUIVOLOGIA NO BRASIL: Análise de anúncios de emprego na WEB (2019)

Autores: Oda, Rafael (Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)); Jacintho, Eliana Maria dos Santos Bahia (Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC))

Assuntos: Arquivistas; Mercado de trabalho; Habilidades e competências; Formação profissional; Brasil

Resumo: O presente artigo é resultado de pesquisa, realizada pra conclusão de curso em Arquivologia, que buscou descrever o campo de atuação profissional dos arquivistas no Brasil utilizando como dados os anúncios de empregos em site na web. Objetivou-se reunir o corpus de ofertas de trabalho do portal empresarial Catho durante o período da pesquisa, identificar tendências de contratação por parte das organizações e apresentar as habilidades e competências requisitadas a esses profissionais. Através do método quanti-qualitativo foi possível identificar: a distribuição de anúncios por mês, a divisão demográfica das vagas no território brasileiro, o nível de capacitação exigido, as habilidades e competências requeridas, as atividades a serem realizadas, o regime de contratação, a remuneração e os benefícios das vagas anunciadas. Concluiu-se que o campo de trabalho para arquivistas encontra-se em expansão como reflexo de uma sociedade com o crescimento informacional acelerado frente às novas tecnologias. As habilidades e competências profissionais requisitadas são específicas e demandam capacitação por parte desses profissionais, seja durante a graduação ou por meio de educação continuada.

DOI: 10.9771/rpa.v13i1.27351

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
22 0 1 23

Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.2 - p.1696
INCLUSÃO DIGITAL DOS AGENTES TERCEIRIZADOS DO CAMPUS IV DA UFPB: um estudo de caso (2018)

Autores: Saeger, Márcia Maria de Medeiros Travassos (Universidade Federal da Paraíba (UFPB)); Pinho Neto, Júlio Afonso Sá de (Universidade Federal da Paraíba (UFPB)); Andrade, Tabira de Souza (Universidade Federal da Paraíba (UFPB))

Assuntos: Inclusão digital; Inclusão social; Informação; Desenvolvimento; Agentes terceirizados;

Resumo: O presente artigo tem por objetivo apresentar o resultado das ações desenvolvidas no projeto de extensão intitulado Inclusão digital de agentes terceirizados do Campus IV da UFPB, executado durante o ano de 2015. O estudo fundamenta-se na concepção de que uma verdadeira política de inclusão digital deverá se basear na capacitação para o acesso à informação, sendo classificado como descritivo, exploratório e de natureza quantiqualitativa. As ações do projeto foram elaboradas e executadas com vistas a contribuir para o desenvolvimento social e profissional do público-alvo. As melhorias identificadas quanto ao seu desempenho sinalizam que tais ações configuram o primeiro passo para a inclusão digital e social dos participantes do projeto. Sugere-se, por fim, que o projeto tenha continuidade junto a este público, bem como que possa se estender aos seus familiares, conforme sugerido pelos próprios participantes, na avaliação final desta ação extensionista.

DOI: 10.9771/rpa.v12i2.25127

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
8 0 2 10

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.3 - p.1952
ACESSO À INFORMAÇÃO: CONSTRUÇÃO DE INDICADORES E ANÁLISE DE PERFIL DO CIDADÃO ATRAVÉS DO PORTAL e-SIC NO ANO DE 2018 (2019)

Autores: Silva, Marcelo de Andrade; Menezes, Pablo Vinícius D’oliveira

Assuntos: Portal e-sic; Lei nº 12; 527; Governança informacional; Sociedade da informação; Acesso à informação

Resumo: Todo cidadão brasileiro pode acessar as informações públicas que estão sob custódia do Estado. Esse direito é considerado fundamental e está previsto na Constituição Federal de 1988. O presente artigo tem como objetivo de analisar os diferentes perfis dos cidadãos que solicitam informações por meio do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC), tendo como referência o ano de 2018. Para alcançar o objetivo proposto, utilizou-se de métodos dedutivos e analíticos, e após extrair os dados necessários, foi montada uma base de dados com indicadores a fim de obter os resultados. A pesquisa teve como amostra as solicitações realizadas nas Capitais Brasileiras, sendo agrupadas por Regiões (Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste). Tais indicadores são: Gênero, Idade, Grau de Escolaridade e Profissão. Através da análise dos resultados foi possível verificar que a idade média dos cidadãos que acessam o e-SIC ficou acima dos 40 anos. Analisando o grau de escolaridade, vimos que os cidadãos que possuem grau de escolaridade de nível superior são maioria. Na pesquisa também fica evidente que as mulheres ainda são minoria na participação política, além de outros aspectos sociais identificados, que apontam um alerta para a sociedade da informação e suas esferas públicas.

DOI: 10.9771/rpa.v13i3.34898

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
3 0 2 5

Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.1 - p.1659
INFORMAÇÃO E DIVERSIDADE: ESTUDOS DE PRÁTICAS INFORMACIONAIS EM COMUNIDADES COMPOSTAS POR PESSOAS TRANSGÊNERO (2018)

Autores: Pinto, Elton Mártires (Universidade de Brasília (UnB)); Leite, Fernando César Lima (Universidade de Brasília (UnB))

Assuntos: Comportamento informacional; Pessoas transgênero; Identidade

Resumo: Este artigo identifica os estudos de comportamento informacional em comunidades LGBT. Tal como demonstra a necessidade de abordar essa comunidade em estudos da área de ciência da informação. Com os artigos recuperados por meio de pesquisa bibliográfica, foi possível observar que pessoas transgênero têm tido suas necessidades de informação negligenciadas, e o motivo por trás disso é a complexidade de se entender a identidade dessas pessoas.

DOI: 10.9771/rpa.v12i1.25448

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
4 0 1 5

Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.1 - p.1659
TWO CRISES OF HISTORICAL CONSCIOUSNESS/DUAS CRISES DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA (2018)

Autores: Franklin, Sergio; Alves, Fernanda Maria Melo (Professora Convidada do PPGCI/UFBA)

Assuntos:

Resumo: Peter Burke dedica este artigo à veracidade e credibilidade das fontes de informação, paradigma, que se vem prolongando desde épocas antigas, e que continua a preocupar o mundo acadêmico ainda hoje. Embora possa parecer, à primeira vista, dizer respeito apenas aos historiadores, este tema abarca todas as áreas do conhecimento e profissões. No contexto da Ciência de Informação e áreas afins, os estudos teóricos e a prática científica e investigadora valorizam, prioritariamente, a consulta da fonte de informação primária, qualquer que seja o tipo de suporte utilizado, por se considerar conter a informação original, embora não se menospreze a informação contida em outro tipo de fontes. O autor analisa a possibilidade, os limites e os fundamentos do conhecimento e seus registos, questionados e debatidos ao longo da história humana, e respostas extremamente diversificadas. A vigência do questionamento e reflexão das fontes de informação é importante e oportuna para os docentes, investigadores e profissionais da área da Informação e Documentação, que podem encontrar neste artigo várias práticas e posturas fundamentadas em textos de distintas épocas e temas. Agradecemos ao autor por compartilhar, no presente texto e em outros, preocupações com os que não se acomodam aos paradigmas instalados, cuja inquietação científica obriga à reflexão sobre antigos e novos problemas, característica do percurso científico, cuja necessidade e benefícios são incontestáveis, e que contribui para o desenvolvimento científico individual e coletivo.

DOI: 10.9771/rpa.v12i1.26855

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
1 0 2 3

Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.1 - p.1659
COMPETÊNCIAS INFOCOMUNICACIONAIS E O ARQUIVISTA: MEDIAÇÃO PARA A APROPRIAÇÃO DA INFORMAÇÃO (2018)

Autores: Brandão, Gleise da Silva

Assuntos: Competências infocomunicacionais; Arquivista; Mediação da informação; Mediação da informação arquivística;

Resumo: A atividade de mediação da informação, bastante presente nos estudos e práticas bibliotecárias, ainda é pouco abordada no âmbito arquivístico brasileiro. Considerando uma sociedade cada vez mais alicerçada pelo uso da informação, parece imprescindível que o arquivista venha a atuar também na formação de usuários de informação. Nessa perspectiva, compreende-se a mediação como um processo colaborativo capaz de promover a apropriação da informação e, por conseguinte, um salto qualitativo nos usuários. Defende-se que o desenvolvimento de competências infocomunicacionais associado à mediação da informação pode propiciar esse salto qualitativo tanto no usuário ao tornar-se independente na satisfação de suas necessidades informacionais quanto no profissional que potencializa seu papel de mediador. Assim, a proposta deste trabalho é analisar as competências infocomunicacionais desenvolvidas pelos arquivistas e a contribuição dessas competências no processo de mediação e formação de usuários de informação. Especificamente, objetiva identificar as potencialidades do arquivista para atuar como mediador no processo de formação de usuários de informação, aprimorar os indicadores de verificação das competências infocomunicacionais, aferi-las a partir do comportamento dos arquivistas e verificar a contribuição do emprego de tais competências na formação de usuários. Caracteriza-se a pesquisa como descritiva, aplicada e de natureza quali-quantitativa. A pesquisa bibliográfica configura-se fundamento conceitual e metodológico necessário para desenvolvimento da fase teórica deste estudo. Quanto à fase empírica, adotou-se o questionário online como instrumento de coleta de dados. A amostra é composta por 53 arquivistas que atuam nos arquivos brasileiros (públicos e privados), o questionário foi enviado através de grupos e comunidades online que reúnem profissionais da área. A análise dos dados se baseia prioritariamente nas categorias de análise e indicadores desenvolvidos, a partir da pesquisa bibliográfica, para aferir as competências infocomunicacionais dos arquivistas. Para tanto, estabeleceu-se três níveis: descrição, comparação e interpretação. As informações coletadas foram descritas fielmente, comparadas com os indicadores de verificação das competências infocomunicacionais e interpretados. Como resultado da pesquisa teórica tem-se a aprimoração dos indicadores de verificação das competências infocomunicacionais e formação de usuários aplicados na pesquisa empírica. Os resultados empíricos mostraram que há relações entre o emprego das competências infocomunicacionais e a atuação do arquivista ao mediar a informação. De forma geral, as competências infocomunicacionais estão mais desenvolvidas no que diz respeito a identificar a necessidade de informação, buscar e avaliar a informação, estabelecer e avaliar a comunicação. Contudo, são identificados obstáculos para se apropriar das informações e manter uma postura mais participativa e colaborativa. Dessa forma, conclui-se que o emprego dessas competências pelos arquivistas influencia diretamente na sua atuação enquanto mediador da informação. E que essa atuação aliada à sua auto-percepção vai interferir diretamente na formação de usuários.

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
0 0 1 1

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.2 - p.1888
COMPORTAMENTO INFORMACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE NO HOSPITAL DE REABILITAÇÃO DE ANOMALIAS CRANIOFACIAIS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO – HRAC – USP (2019)

Autores: Wellichan, Danielle Da Silva Pinheiro (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)); Casarin, Helen De Castro Silva (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)); Motti, Telma Flores Genaro (USP Bauru)

Assuntos: Comportamento informacional; análise de domínio, saúde; Equipe multiprofissional hospitalar; Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo – HRAC -USP

Resumo: Os estudos de comportamento informacional visam descrever o comportamento humano relacionado às fontes e canais de informação, descrevendo os processos de busca, recuperação, acesso e uso da informação. As contribuições destes estudos, quando seguem a abordagem de domínio, podem ser aplicadas em produtos e serviços informacionais adequados a diferentes grupos de usuários de estudados. Neste estudo, buscou-se descrever as necessidades informacionais de membros de uma equipe multidisciplinar de profissionais da área da saúde, em um hospital especializado em reabilitação de anomalias craniofaciais. A coleta de dados foi realizada por meio de aplicação de questionário aos profissionais da equipe de atendimento aos pacientes com fissura labiopalatina, incluindo as áreas de medicina, odontologia, enfermagem, fonoaudiologia, serviço social e psicologia, num total de 56 participantes. Os resultados indicaram uma preferência dos participantes por fontes de informação informais (consultas a colegas e/ou à equipe multiprofissional) e o uso de bases de dados e artigos especializados como forma de atualização profissional. Constatou-se a dificuldade dos profissionais na elaboração de estratégias. O Centro de Documentação também foi apontado como utilizado pelos profissionais, mostrando um panorama diferente da literatura nacional e internacional, além de confirmar a importância do bibliotecário clínico no contexto hospitalar. Tais considerações permitem constatar que, no ambiente informacional da saúde, produtos e serviços precisam ser oferecidos de forma rápida e de acordo com suas necessidades.

DOI: 10.9771/rpa.v13i2.24557

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.2 - p.1888
MODELO LÓGICO DA INFORMAÇÃO ARQUIVADA NO OPEN ARCHIVAL INFORMATION SYSTEM: uma reflexão arquivística (2019)

Autores: Santos, Henrique Machado dos (Universidade Federal do Rio Grande (FURG)); Flores, Daniel (Universidade Federal Fluminense (UFF))

Assuntos: Preservação digital; Documento arquivístico digital; Repositório digital; OAIS; Arquivística

Resumo: A constante produção de documento digitais no âmbito da Arquivística ocasionou um processo de revisão teórico-prático. Como consequência, além de custodiar documentos analógicos, os arquivos passaram também, a custodiar documentos digitais. No entanto a sua preservação é dotada de complexidades tecnológicas e especificidades arquivísticas, e para sanar tais necessidades, tem-se discutido a implementação de políticas, estratégias e repositórios digitais em conformidade com o modelo Open Archival Information System (OAIS). Para fins deste estudo, aborda-se o modelo lógico da informação arquivada, proposto pelo OAIS, com o objetivo de identificar e apontar convergências com a Arquivística. A metodologia consiste no levantamento bibliográfico composto por livros, publicações técnicas e artigos científicos, caracteriza-se assim, como um artigo de revisão assistemática. Como resultado, observaram-se convergências entre a Arquivística e o modelo lógico da informação arquivada presente no OAIS em relação à organicidade, proveniência, custódia e acesso. Dentre os principais apontamentos, ressalta-se a pertinência do modelo lógico da informação arquivada, o qual proporciona confiabilidade aos documentos arquivísticos custodiados, e assim reforça a possibilidade de implementar repositórios arquivísticos digitais confiáveis, em conformidade com o OAIS.

DOI: 10.9771/rpa.v13i2.29141

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.1 - p.1886
ARQUIVOS PESSOAIS E SUAS POTENCIALIDADES PARA PESQUISA: o caso do Arquivo Guilherme Figueiredo (2019)

Autores: Pereira, Durval Vieira (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)); Costa, Márcia Valeria da Silva de Brito (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)); Neves, Marie Hélène de Carvalho (Ministério de Minas e Energia (MME))

Assuntos: Arquivo pessoal; Memória; Guilherme Figueiredo

Resumo: Objetiva revelar a potencialidade para pesquisa existente no Arquivo Guilherme Figueiredo, possibilitando reflexões e interligações entre documentos e memória. Propõe um estudo teórico e qualitativo, tendo a bibliografia de autores estudiosos da temática sobre arquivos pessoais como marco teórico. Utiliza a técnica descritiva para apresentação de alguns documentos e temáticas representadas no arquivo. Discute a relação do arquivo privado pessoal e sua formação e organização. Apresenta alguns documentos do arquivo, revelando possíveis relações de pesquisa e analisando alguns primeiros relacionamentos e resultados. Conclui que o arquivo pode revelar aspectos pouco abordados sobre as múltiplas visões sobre Guilherme Figueiredo, suas relações sociais e seu tempo, contextualizando e contrapondo fatos.

DOI: 10.9771/rpa.v13i1.27540

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.3 - p.1952
AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE NO ENSINO MÉDIO COM INTERMEDIAÇÃO TECNOLÓGICA: concepções e resultados (2019)

Autores: Costa, Jean Mário Araujo; Oliveira, Ieda Pinheiro da Silva; Santos, Letícia Machado dos

Assuntos: Educação a Distância; Avaliação do Ensino; Formação Continuada;

Resumo: Este artigo tem o objetivo de analisar em que medida o desempenho docente na área de linguagens atende aos parâmetros estabelecidos pela proposta de avaliação do ensino do programa Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), instituído em 2011 na rede estadual de ensino da Bahia para oferta da última etapa da educação básica, na modalidade presencial, via mediação tecnológica, com características especificas de EaD. Parte-se da premissa de que a preocupação com a qualidade de ensino, o crescimento da demanda por formação continuada e a constante evolução das tecnologias de informação e comunicação, colocam a educação a distância (EaD) no centro das atenções. A metodologia contemplou a pesquisa exploratória, utilizando-se da técnica de amostragem e do questionário como instrumento de coleta de dados. A análise dos dados pautou-se no método comparativo. Os resultados apontam que o processo de apropriação de saberes docentes, no campo da intermediação tecnológica, na área de linguagens, no âmbito do EMITec é crescente. Alguns achados, porém, chamam a atenção, em se tratando dos indicadores: comunicação verbal, imagem pessoal e recursos didáticos.

DOI: 10.9771/rpa.v13i3.35219

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.3 - p.1952
USO DO KAHOOT E DE ESTRATÉGIA DE GAMIFICAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR: relato de experiência da aplicação do peer instruction como metodologia de ensino (2019)

Autores: Cavaignac, Selma

Assuntos: Metodologias Ativas; Tecnologias de Informação e Comunicação; Gamificação; Ensino; Aprendizagem;

Resumo: O objetivo do presente artigo é relatar aplicação de uma metodologia ativa de ensino, em específico o método Peer Instruction, com uso da plataforma Kahoot e estratégia didática de gamificação. O Kahoot foi utilizado para inserir um recurso tecnológico interativo que se apropria de elementos dos jogos, buscando engajar os alunos na aprendizagem. A experiência foi desenvolvida em uma turma de 1º período, de um curso de Jornalismo, em uma universidade de São Luís – Maranhão, durante o primeiro semestre de 2019. A metodologia utilizada foi o estudo de caso. A pesquisa foi aplicada para 35 alunos da disciplina de Processos e Técnicas de Jornalismo. Ao final, foi aplicado um questionário eletrônico da Microsoft Forms, com perguntas abertas e fechadas. Concluiu-se que o método Peer Instruction, criado há mais de 20 anos, pode ser aplicado com o uso de recursos e estratégias de aprendizagem diversificadas, que dinamizem a construção do conhecimento e estejam em sintonia com o atual contexto de transformação da educação. A participação ativa dos alunos em sala de aula, aliada aos depoimentos positivos em relação ao método adotado, mostram que é possível modificar a dinâmica de sala aula utilizando as novas tecnologias e ferramentas de comunicação para reelaborar os métodos de ensino, aumentando a interação e a motivação dos alunos.

DOI: 10.9771/rpa.v13i3.35226

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.1 - p.1886
HUMANIDADES DIGITAIS: Impactos da inovação tecnológica na Arquivologia e Documentação (2019)

Autores: Santos, Hercules Pimenta (Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG))

Assuntos: Humanidades Digitais; Arquivologia; Documentação; Digitalização de acervos

Resumo: A presente pesquisa é fruto do desenvolvimento de um estudo interdisciplinar que buscou elucidar impactos encontrados no processo de consulta e organização do documento arquivístico de idade permanente, digitalizado. Buscamos analisar formas de organização da documentação de idade permanente desenvolvidas na Espanha, em relação às unidades de informação brasileiras. Os processos de estudo na Espanha, como aplicados no Brasil, objetivaram a busca de contrastes e aproximações em relação aos procedimentos entre as duas tradições acadêmicas. A partir da perspectiva dos estudos das Humanidades Digitais, um dos principais objetivos do trabalho foi sistematizar questões debatidas no campo da digitalização de acervos permanentes e colaborar com novas reflexões para ambas as principais áreas enfocadas: Arquivologia e Documentação.

DOI: 10.9771/rpa.v13i1.26359

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.13 - n.3 - p.1952
CONFERÊNCIA MAGNA - KEYNOTE SPEAKER - CONCITEC 2019 (2019)

Autores: Thompson, Maria

Assuntos:

Resumo: This paper constitutes an informal, direct narrative describing my lecture at the 2nd International Conference on Convergence in Information Science, Technology and Education (CONCITEC), Federal University of Bahia (UFBA), 26 to 28 September 2019. It was an honor and a joy to present at CONCITEC 2019 and to support the efforts of Professor Barbara Coelho, whom I was delighted to meet. The emphasis of my talk was in demonstrating that hard work, optimism and human connectivity can lead to amazing work and life experiences. I explained that I did not have special resources when I started my studies at UFES (Federal University of Espirito Santo), in Vitoria Brazil. I wanted to communicate to the audience that the obstacles and lack of resources, that they often experience in Brazil, while discouraging, should not prevent anyone to pursue their dreams. I particularly encouraged the women in the room, as it was very inspiring to me to see a group of strong women leading that forum

DOI: 10.9771/rpa.v13i3.35214

Ver registro completo

Refinar busca