Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.3 - p.1722
PROCESSO ADMINISTRATIVO ELETRÔNICO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL: uma análise frente a gestão arquivística de documentos públicos (2018)

Autores: Schäfer, Murilo Billig; Lima, Eliseu dos Santos; Seiffert, Claudineli Carin; Flores, Daniel (Universidade Federal Fluminense (UFF))

Assuntos: Arquivologia; Documentos arquivísticos digitais; Administração Pública Federal; Processo Administrativo Eletrônico;

Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar o Decreto n° 8.539, de 8 de outubro de 2015, que trata da adoção do processo administrativo eletrônico na administração pública federal brasileira, frente à gestão arquivística de documentos públicos. Para atender este objetivo, os principais dispositivos do decreto são analisados considerando referenciais teóricos que tratam da integridade, acesso e preservação de longo prazo dos documentos arquivísticos digitais. Foram analisados os objetivos do Decreto n° 8.539, as plataformas tecnológicas necessárias à criação, tramitação, armazenamento e acesso aos documentos arquivísticos digitais, a cadeia de custódia ininterrupta digital, além da presunção de autenticidade dos documentos. Baseado nos conceitos do referencial teórico, o artigo conclui que embora exista um contexto de estímulo ao uso de documentos nato digitais, diversos elementos indispensáveis a gestão arquivística de documentos são desconsiderados pelas instituições públicas, colocando em risco grande parte do patrimônio documental que passa a ser produzido em meio nato digital.

DOI: 10.9771/rpa.v12i3.17577

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
88 0 146 234

Artigo
Em Questão - v.19 - n.1 - p.2159
Preservação da informação arquivística digital: repercussões para o patrimônio cultural (2013)

Autores: Schäfer, Murilo Billig (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)); Flores, Daniel (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM))

Assuntos: Archival; Documentary heritage; Cultural heritage; Digital archival documents;

Resumo: Este estudo tem por objetivo apresentar a relação entre a preservação das informações arquivísticas digitais, considerando-as como elementos integrantes do patrimônio documental e cultural. Com o avanço tecnológico voltado para a informação, parte do patrimônio documental acaba por ser criado e utilizado em ambientes eletrônicos. Desse modo, necessitam-se estudos que encontrem alternativas para a preservação de longo prazo para tais informações, responsáveis por retratar parte da história e evolução da sociedade. A metodologia deste trabalho, pauta-se na análise de referencial teórico referente ao patrimônio documental e cultural, associando-o às instituições que produzem e salvaguardam documentos arquivísticos em formato digital.Preservation of digital information archive: effects for cultural heritage.Abstract: This study aims to discuss the archival preservation of digital information, regarding them as integral parts of the documentary heritage and cultural. With advances in technology oriented information, part of the documentary heritage eventually be created and used in electronic environments. Thus there is need for studies to find alternatives to long-term preservation of such information, responsible for portraying the history and evolution of society. The methodology of this work, staff in the theoretical analysis regarding the documentary heritage and culture, linking it to the institutions that produce and preserve records in digital format.

Ver registro completo

Artigo
Informação & Informação
A relação do arquivista com a gestão do conhecimento: análise em uma Instituição Pública Federal (2013)

Autores: Schäfer, Murilo Billig (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)); Sanches, Marystela Assis Baratter (Grupo UNINTER)

Assuntos: Ciência da Informação; Arquivologia; Administração; Arquivista. Informação. Gestão do Conhecimento. Instituições Públicas Federais

Resumo: Introdução: A informação tornou-se elemento imprescindível na tomada de decisão e execução das atividades administrativas das organizações modernas, repercutindo na sua necessidade de gestão. Objetivo: averiguar a adoção de instrumentos arquivísticos que promovam a gestão de documentos e informações; analisar a percepção do arquivista quanto à gestão do conhecimento na instituição pesquisada; o incentivo e apoio dos gestores no compartilhamento e uso do conhecimento; e, o estudo dos fatores que interferem no desenvolvimento de um programa de gestão do conhecimento. Metodologia: Levantamento da bibliografia e referencias teóricos e em seguimento, aplicou-se um questionário em uma Instituição Pública Federal. Resultados: O conjunto de fatores verificados serve de parâmetro para demonstrar a situação encontrada nos órgãos governamentais brasileiros e as dificuldades para aplicação da gestão do conhecimento. Conclusões: apontam-se alternativas para contornar a atual realidade, destacando-se o papel do arquivista, que deve assumir a postura de incentivador no uso da informação e conhecimento produzido pelas organizações.

Ver registro completo

Artigo
Perspectivas em Ciência da Informação - v.17 - n.3 - p.104
A classificação e a avaliação de documentos: análise de sua aplicação em um sistema de gestão de documentos arquivísticos digitais (2012)

Autores: Schäfer, Murilo Billig (Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS); Lima, Eliseu do Santos (Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).)

Assuntos: Classificação de documentos; Avaliação de documentos; Sistemas informatizados

Resumo: Na busca por maior agilidade e eficácia na realização de suas atividades, as organizações utilizam, e cada vez mais, os documentos arquivísticos digitais. As características desses documentos - detentores de informações indispensáveis para a consecução dos objetivos organizacionais - permitem o acesso facilitado às informações, agilidade no desenvolvimento de projetos, compartilhamento simultâneo da informação entre indivíduos e organizações, além de promover a difusão de acervos culturalmente relevantes. Entretanto, para que tais características possam ser usufruídas é imprescindível a adoção da gestão de documentos e informações nos ambientes digitais, apresentando-se como um desafio ao atual contexto tecnológico informacional. Neste sentido, este estudo apresenta os principais elementos identificados quando da aplicação da classificação e avaliação de documentos arquivísticos em um Sistema de Gestão de Documentos Digitais - SGDD, de acordo com as orientações do Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos – e-ARQ Brasil, analisando suas implicações. Tal iniciativa serve de auxilio no estabelecimento de projetos que visem à gestão documental em meio digital, ao mesmo tempo em que compartilha experiências e conhecimentos para o desenvolvimento da tecnologia aplicada à informação.

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.6 - n.3 - p.682
POLÍTICAS E ESTRATÉGIAS PARA A PRESERVAÇÃO DA INFORMAÇÃO DIGITAL (2012)

Autores: Schäfer, Murilo Billig (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)); Constante, Sônia Elisabete (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM))

Assuntos: Gestão da informação; Preservação Digital; Instituições Públicas;

Resumo: Este artigo tem por objetivo discorrer sobre a preservação da informação arquivística digital produzida e custodiada pelas instituições públicas brasileiras. Com base na revisão da literatura, abordam-se os temas do impacto das tecnologias da informação no trabalho dos arquivistas e as principais estratégias de preservação digital (migração, emulação, encapsulamento, preservação da tecnologia, Pedra de Rossetta digital, transferência para meio analógicos e adoção de padrões). Descreve-se sobre os principais projetos voltados à preservação digital desenvolvidos atualmente, como o InterPares, OAIS, DIRKS, PREMIS, MOREQ, além dos estudos desenvolvidos pela Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos/CTDE. Além disso, destaca-se a importância de governos, instituições de pesquisa e profissionais da informação buscarem ações que conciliem a gestão e preservação da informação em uma sociedade cada vez mais tecnológica.

DOI: 10.9771/1981-6766rpa.v6i3.6449

Ver registro completo

Refinar busca