Artigo
PontodeAcesso - v.12 - n.3 - p.1722
PROCESSO ADMINISTRATIVO ELETRÔNICO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL: uma análise frente a gestão arquivística de documentos públicos (2018)

Autores: Schäfer, Murilo Billig; Lima, Eliseu dos Santos; Seiffert, Claudineli Carin; Flores, Daniel (Universidade Federal Fluminense (UFF))

Assuntos: Arquivologia; Documentos arquivísticos digitais; Administração Pública Federal; Processo Administrativo Eletrônico;

Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar o Decreto n° 8.539, de 8 de outubro de 2015, que trata da adoção do processo administrativo eletrônico na administração pública federal brasileira, frente à gestão arquivística de documentos públicos. Para atender este objetivo, os principais dispositivos do decreto são analisados considerando referenciais teóricos que tratam da integridade, acesso e preservação de longo prazo dos documentos arquivísticos digitais. Foram analisados os objetivos do Decreto n° 8.539, as plataformas tecnológicas necessárias à criação, tramitação, armazenamento e acesso aos documentos arquivísticos digitais, a cadeia de custódia ininterrupta digital, além da presunção de autenticidade dos documentos. Baseado nos conceitos do referencial teórico, o artigo conclui que embora exista um contexto de estímulo ao uso de documentos nato digitais, diversos elementos indispensáveis a gestão arquivística de documentos são desconsiderados pelas instituições públicas, colocando em risco grande parte do patrimônio documental que passa a ser produzido em meio nato digital.

DOI: 10.9771/rpa.v12i3.17577

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
88 0 146 234

Artigo
Informação & Informação
A utilização do Ica-Atom como plataforma de acesso, difusão e descrição dos documentos arquivísticos de instituições públicas (2017)

Autores: Lima, Eliseu dos Santos (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)); Flores, Daniel (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM))

Assuntos: Ciência da Informação; Arquivologia; Gestão da Informação; Administração; ICA-AtoM; Acesso; Difusão; Patrimônio Documental; Instituições Públicas

Resumo: Introdução: A tecnologia da informação vem ocasionando transformações em diversos segmentos da sociedade. Na área arquivística sua presença é marcante, tanto que ultimamente tem aumentado o quantitativo de instituições que fazem uso de sistemas informatizados, repositórios e plataformas que automatizam atividades como descrição, difusão, e que inclusive proporcionam o acesso ao patrimônio documental arquivístico.Objetivo: Discorrer sobre as funcionalidades e a utilidade da plataforma International Council Archives - Access to Memory (ICA-AtoM) nas atividades arquivísticas de descrição, difusão e acesso ao patrimônio documental arquivístico.Metodologia: Levantamento de bibliografia e referenciais teóricos, a partir de experiências já vivenciadas por pesquisadores da área arquivística.Resultados: Constata-se que a plataforma serve tanto para descrever os documentos permanentes, como para proporcionar o acesso à informação registrada em documentos correntes e intermediários, como forma de dinamizar o acesso aos fundos documentais de instituições públicas.Conclusões: Considera-se que o ICA-AtoM, além de servir à descrição, pode proporcionar um ambiente autêntico para o armazenamento seguro e como fonte de prova dos documentos institucionais digitais e digitalizados, bem como para prover preservação e acesso a longo prazo, se for interligada a um RDC-Arq, como o Archivematica, por exemplo.

Ver registro completo

Artigo
PontodeAcesso - v.9 - n.1 - p.1042
O perfil do profissional arquivista formado pela Universidade Federal de Santa Maria (2015)

Autores: Lima, Eliseu dos Santos (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)); Pedrazzi, Fernanda Kieling (Universidade Federal de Santa Maria (UFSM))

Assuntos: Arquivista; Formação; Atuação profissional; Mercado de trabalho

Resumo: O artigo apresenta a investigação que teve como objetivo identificar o perfil dos arquivistas formados pelo Curso de Arquivologia da Universidade Federal de Santa Maria no ano de 2001 e sua atual ocupação. A pesquisa classifica-se como descritiva de abordagem qualitativa/quantitativa, sendo que para a coleta de dados foi realizada uma entrevista estruturada com as duas últimas coordenações do Curso de Arquivologia da UFSM, bem como aplicado um questionário à turma de arquivistas da UFSM formados tanto em cerimônia de “colação de grau” ou “gabinete” no ano de 2001. Frente a atual realidade que circunda o mundo profissional, o tema da pesquisa surgiu do interesse em analisar como se deu a inserção dos arquivistas graduados pela Universidade Federal de Santa Maria no ano de 2001 ao mercado de trabalho, e como foram suas trajetórias profissionais, bem como procurar informações sobre os aspectos relacionados à capacitação profissional, relações com as instituições empregadoras, relações interpessoais de trabalho e legalização e reconhecimento profissional. Os resultados desse estudo são apresentados a seguir.

DOI: 10.9771/1981-6766rpa.v9i1.8371

Ver registro completo