Artigo
Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação - v.14 - n.2 - p.83
Nas estantes das bibliotecas, gêneros e silêncios (2018)

Autores: Ishimoto, Adonai Takeshi (Universidade de São Paulo (USP)); Garcia, Dantielli Assumpção (Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE); Sousa, Lucília Maria Abrahão (Universidade de São Paulo (USP))

Assuntos: Bibliotecas; LGBT; Análise de Discurso; Gênero;

Resumo: Partindo da perspectiva teórica da Análise de Discurso (PÊCHEUX, [1975] 1995), analisaremos como a ausência/presença de livros LGBT em duas bibliotecas particulares abertas ao público da cidade de Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo, faz presente um discurso médico-religioso que impõe a matriz heterossexual como normal, aceitável aos sujeitos, impedindo que outros dizeres sobre os sujeitos LGBT estejam nos livros ali representados.

Ver registro completo

Interações no Facebook
Reactions Comentários Compartilhamentos Total
194 56 3 253

Artigo
Revista ACB - v.19 - n.2 - p.54
O profissional da informação e a comunidade acadêmica: imagens que dizem uma profissão Professional information and academic community: images of a profession (2014)

Autores: Carvalho, Mavi Galante Mancera Dall´Acqua (Universidade de São Paulo (USP)); Garcia, Dantielli Assumpção; Sousa, Lucília Maria Abrahão e

Assuntos: Bibliotecário; Análise do Discurso; Imaginário; Sentidos;

Resumo: A profissão de bibliotecário, como se mostrará neste trabalho, é atravessada por um imaginário (Pêcheux, 1997) já estabilizado na sociedade. Neste estudo, analisando discursos de docentes universitários de Ribeirão Preto, observou-se a constituição de sentidos e imagens para o profissional bibliotecário, inscrevendo-o em um imaginário já opacizado na sociedade sobre essa profissão: auxiliar de biblioteca, funcionário subjacente na Universidade, indivíduo sisudo. Destacam-se, nos dizeres dos docentes, discursos autoritários e uma autosuficiência por parte dos mestres em relação as suas indicações de pesquisas bibliográficas aos alunos, silenciando o bibliotecário e suas competências. Isso afeta o mercado de trabalho, pois coloca-se em questionamento a importância desse profissional para a sociedade

Ver registro completo